sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Secretaria de Estado de Esporte e Lazer tem nova Secretária.


Na manhã desta quarta-feira (5), assumiu a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) do Governo do Pará, Renilce Nicodemos Lobo, de 35 anos. Ela é natural de Belém do Pará, graduada em Administração e Pedagogia. A nova secretária já atuou como diretora de Administração e Finanças (DAF) e secretária Adjunta na Seel. 




Renilce Nicodemos Lobo teve participação direta na execução de vários projetos da Seel, entre eles os Jogos Indígenas, criado em 2004 com o objetivo de resgatar as práticas dos indígenas; Jogos Abertos, iniciativa que tem a proposta de integrar atletas dos 144 municípios paraenses; Baile de Carnaval e Baile das Flores, que pertencem ao Programa Vida Ativa, voltado para idosos.
Outros projetos que deverão ter continuidade durante a gestão da nova secretária é o GP de Atletismo, competição anual de atletismo latino-americano; e o apoio ao Campeonato Paraense de Futebol, principal competição de futebol disputada no Estado do Pará.
Além disso, a pasta trabalha na construção dos Ginásios Poliesportivos de Belém e Santarém, ambos com inauguração prevista para outubro deste ano; reforma do Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, e do Estádio Colosso de Tapajós, em Santarém.
“O período que atuei como secretária Adjunta me proporcionou familiaridade e o conhecimento referente aos projetos desenvolvidos pela Seel, trazendo mais experiência e, assim, a garantia de que vamos dar prosseguimento aos trabalhos com comprometimento e transparência, apoiando a sociedade, os atletas, enfim, todos os nossos parceiros que de alguma forma contribuem para as nossas conquistas”, enfatiza Renilce. 


Texto: Luana Valente


Prefeito de Barcarena assina contrato com empresa que executará os Serviços de Abastecimento de Água e Esgoto Sanitário na cidade.

A prefeitura de Barcarena assinou, nesta quarta-feira (05/02), o contrato de concessão com a empresa Aegea – Águas de São Francisco, que venceu a licitação para executar o serviço de abastecimento de água e esgotamento sanitário no município. O contrato terá a validade de 30 anos e poderá ser renovado por mais 30.

A assessoria da empresa informou que, durante os 30 anos de concessão, a Aegea vai disponibilizar R$ 188,6 milhões para investimentos. Especialista em saneamento, com 15% do mercado privado do setor no Brasil, a empresa assume o serviço em Barcarena com o compromisso de implantar tarifa social e programa socioambientais.
Mais importante ainda é a obra de recuperação do atual sistema de abastecimento de Barcarena, que tem sido motivo de reclamação da população, que cobra da prefeitura água com regularidade nas torneiras e qualidade na distribuição. “A gente espera corresponder as expectativas e superar alguns pontos”, disse o diretor de operações Radamés Casseb, durante o ato de assinatura do contrato.

O prefeito de Barcarena, Antônio Carlos Vilaça, que assinou e entregou a ordem de serviço à concessionária, disse que o governo municipal contratou uma das melhores empresas do Brasil para mudar a realidade do abastecimento de água no município.
“Tenho certeza que o sucesso de vocês (Aegea) será o nosso sucesso”, declarou Vilaça.

No dia anterior, terça-feira (4), uma comitiva formada por dirigentes da empresa, vereadores, secretários municipais e o prefeito visitaram as instalações existentes da atual companhia de abastecimento e constataram o sucateamento e a precariedade da rede.

Hoje a distribuição da água nos diferentes núcleos urbanos de Barcarena é feita sem nenhum tipo de tratamento.

Algumas estações estão com as bombas quebradas e, além disso, há diversos vazamentos no sistema. “Vamos recuperar a rede existente”, disse um funcionário da nova empresa.

Os novos responsáveis pelo serviço de água e esgoto no município garantiram que a assinatura do contrato com a prefeitura é um ponto de partida para várias ações neste primeiro ano.

A Águas de São Francisco vai trocar bombas, recuperar a rede e treinar os servidores locais.

As primeiras ações da empresa devem amenizar o sofrimento de moradores que não têm água suficiente nas torneiras.

Na manhã de terça-feira, por exemplo, houve escassez de água na Vila dos Cabanos. Muita gente foi à Estação de Tratamento (ETA) reclamar da falta de abastecimento.
Segundo servidores da ETA, uma válvula da estação da Vila teria quebrado e causado a falta d´água.

“Tem gente que chega aqui e só falta bater em nós”, disse uma funcionária do departamento.
“Eles (os moradores) reclamam quando entregamos a conta do mês”, afirmou outro servidor.

A prefeitura vai criar uma agência reguladora para fiscalizar o trabalho da empresa, que já começa suas operações em Barcarena na próxima semana.


Infográfico:

Investimentos em saneamento para Barcarena:

 - R$ 188,6 milhões de investimentos durante 30 anos da concessão
- R$ 43 milhões nos próximos cinco anos na ampliação dos sistemas de água e esgoto
-R$ 87,8 milhões para a ampliação do sistema de água
- R$ 97,7 milhões para a implantação do sistema de esgoto
- implantação da tarifa social
- implantação de programas socioambientais

Fonte: Assessoria da Aegea

O Presidente da Câmara Paulo Alcântara, disse da importância da assinatura deste contrato, e frisou que uma água de qualidade, somado aos serviços de esgoto, vai evitar que pessoas cheguem aos hospitais com problemas de saúde ocasionadas pelo não tratamento e serviço adequado destes.


O Vereador Padre Carlos Silva, que viajou para saber sobre o histórico da empresa e acompanhar o serviço em outras cidades, também esta confiante neste importante passo dado pela administração, sob a fiscalização da câmara:
“essa é a triste realidade da agua em barcarena. agora com a nova empresa aguas de São Francisco teremos que mudar essa situação. com o prefeito e outros vereadores fomos ver os locais críticos onde os serviços devem iniciar imediatamente. temos fé de que agora a mudança vai acontecer”. Escreveu o Ver. Padre Carlos Silva em sua página de facebook.

Fotos: Amauri Figueiredo (Ascom Barcarena)