quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Chacina que matou 10 em Belém, "já está desvendada", diz Jornalista em seu facebook...

Facebook do Jornalista Carlos Mendes
"Exclusivo - CHACINA QUE ABALOU BELÉM JÁ ESTÁ DESVENDADA", foi assim que iniciou sua matéria jornalística (furo), o experiente e respeitado jornalista que escreve para grandes jornais Carlos Mendes. Ele refere-se a chacina que ocorreu desde a morte do "Cb.Pet" da PM em belém, seguida de outras, em "efeito dominó" em belém, e revela em sua matéria investigativa: "...Militares e empresários, formando uma cadeia sinistra de justiceiros sociais, foram os executores e financiadores das mortes..."


Posto aqui na íntegra, o que escreveu o Jornalista, em sua página de Facebook, nesta noite de quinta-feira 04/12/14.



"Exclusivo

CHACINA QUE ABALOU BELÉM JÁ ESTÁ DESVENDADA

Os autores da matança de 10 pessoas, poucas horas depois da morte do cabo Pet, da Rotam, na madrugada do dia 5 de novembro passado, em vários bairros de Belém, já estão identificados. Militares e empresários, formando uma cadeia sinistra de justiceiros sociais, foram os executores e financiadores das mortes. Dois inquéritos estão em andamento: um é civil, conduzido por seis delegados, e o outro militar, sob o comando de um promotor.

O caso corre sob segredo de justiça, primeiro porque os investigados são pessoas extremamente violentas, com histórico desabonador em suas condutas profissionais, e poderiam dificultar a parte final dos inquéritos se tiverem os nomes divulgados. Outro motivo é a proteção no sigilo das informações para que os responsáveis pelas investigações possam trabalhar com tranquilidade.

Morte de Cab. Pet, o inicio de tudo.
De tudo o que já foi apurado, pode-se dizer que 90% dos trabalhos já estão concluídos. Os outros 10% são pequenos detalhes, mas importantes para a complementação do que já foi investigado, para fechar o caso. O prazo de 30 dias para que a investigação seja concluída, de acordo com a lei, será prorrogado por mais 10 dias. Ele acabou hoje, o que significa dizer que, a partir do dia 15, incluindo a prorrogação, tudo será revelado, porque não haveria mais razão na manutenção do segredo de justiça, válido apenas para a fase apuratória.

Os serviços de inteligência, tanto da Polícia Civil quanto da Polícia Militar, conseguiram não apenas indícios, mas provas consistentes, sobre a participação dos investigados nos crimes. No dia em que seus nomes forem divulgados, durante coletiva à imprensa, todos já estarão na cadeia, com suas prisões decretadas por ordem judicial, segundo uma fonte.

Já tenho alguns nomes, mas não posso revelá-los, para não prejudicar o trabalho de apuração que está sendo concluído, não apenas por delegados e promotores, mas também pela Corregedoria da PM.


O jornalismo investigativo é diferente do jornalismo factual, porque pautado pelo rigor da prudência na apuração - que nada tem a ver com medo -, checagem e filtragem de informações, inteligência e intuição. Os verdadeiros alicerces da credibilidade profissional."


(Carlos Mendes)




Facebook/Fonte: AQUI.




Vamos aguardar o desfecho, para saber se o Jornalista acertou!!!



Nenhum comentário: